APRENDENDO COM GRANDES LÍDERES COMO SE TORNAR UM LÍDER.

    0
    188

    RESUMO

    O presente artigo tem como o objetivo de averiguar os comportamentos necessários de alguns líderes de alta performance na sociedade e que marcaram a linha do tempo com suas habilidades a fim de que possam servir de espelhos para novos indivíduos que almejam se tornar líderes de sucesso. O estudo atual foi realizado através de leituras previamente consultadas em artigos publicados e informativos sobre os líderes escolhidos como exemplos. Os líderes que serviram como exemplo de liderança no presente artigo, foram: Madre Teresa de Calcutá; Martin Luther King; Steve Jobs; Bill Gates; Marie Curie; Nelson Mandela e Maria da Penha. Foram destacados diversos pontos na personalidade dos líderes e exemplificados com citações dos artigos revisados cuidadosamente, personalidades como: A carisma, a bondade, o sendo de justiça, segurança, equidade, entre outras qualidades apresentadas durante a escrita do artigo. Ao estudar e analisar com profunda admiração os sete grandes líderes que fizeram a diferença na vida das pessoas e marcaram muito na história, percebeu-se que os grandes líderes transformam suas próprias vidas e a vida de seus descendentes. Grandes líderes transformam suas grandes ideias em sabedoria e em uma execução primorosa – deixando assim seu legado como exemplo para futuras gerações.

    PALAVRAS-CHAVE: Líderes. Grandes líderes. Liderança. Lições. Aprendizado.

     

    Abstract

    This article aims to ascertain the necessary behaviors of some high-performance leaders in society and who have marked the timeline with their skills so that they can serve as mirrors for new individuals who aspire to become successful leaders. The current study was carried out through readings previously consulted in published and informative articles about the leaders chosen as examples. The leaders who served as an example of leadership in this article were: Mother Teresa of Calcutta; Martin Luther King; Steve Jobs; Bill Gates; Marie Curie; Nelson Mandela and Maria da Penha. Several points in the personality of the leaders were highlighted and exemplified with citations from the carefully reviewed articles, personalities such as: The charisma, the kindness, the being of justice, security, equity, among other qualities presented during the writing of the article. By studying and analyzing with deep admiration the seven great leaders who made a difference in people’s lives and marked a lot in history, it was realized that great leaders transform their own lives and the lives of their descendants. Great leaders transform their great ideas into wisdom and exquisite execution – thus leaving their legacy as an example for future generations.

    KEYSWORDS: Leaders. Great leaders. Leadership. Lessons. Learning.

    1 INTRODUÇÃO

    Um bom Líder possui competências/habilidades que o destacam positivamente dos demais. Essas capacidades o habilitam a motivar e a inspirar equipes e/ou organizações porque permitem o máximo desenvolvimento dos potenciais do ser humano. Existem algumas habilidades que o líder precisa adquirir antes de assumir liderança em organizações, cito algumas aqui: A Inteligência Interpessoal que é demonstrada através da habilidade de compreender as outras pessoas e de fazer com que todos trabalhem de forma cooperativa em vez de competitiva. Tem a ver com a capacidade de liderar, de fazer e manter amigos e de atuar como um pacificador. Além disso, a Inteligência Intrapessoal é um conjunto de habilidades voltadas para o interior do indivíduo. É a capacidade de ter acesso aos próprios sentimentos e saber como conduzi-los – é o autoconhecimento. Este conhecimento é quem nos conduz a auto-liderança.

    Torna-se importante compreender que as pessoas não seguem o que falamos e sim o que fazemos. São as nossas crenças, atitudes e valores que nos levam a condição de Líderes que formam Líderes. Este é o principal foco da Liderança Coaching. Logo, o Líder Coach é aquele que influencia pessoas pelo seu exemplo e vive rodeado de Líderes por ele formados, que o respeitam e o admiram.

    Assumir o papel de líder pode parecer exaustivo, ou até mesmo uma carga muito pesada de compromissos, porém os líderes possuem muitas vantagens em conquistar tal cargo, que são: Maiores perspectivas – Desenvolver a capacidade de ter uma visão do todo e de manter o foco no que realmente importa. Causa impacto ao elevar o grau de autoconhecimento, que se em empregado, tem o poder de motivar e trazer à tona o que os seus líderes têm de melhor. São influentes – Algumas das principais características do Líder é o de dar e receber feedbacks construtivos, fazem dele uma poderosa fonte de influência positiva e transformadora. Maiores contribuições na sociedade – O Líder entende que o principal recurso de qualquer organização é o seu capital humano.

    Promovendo desafios e oportunidades de aprendizado e de crescimento, os líderes são capazes de propiciar o alinhamento entre os objetivos organizacionais, profissionais e de times, gerando um ambiente no qual todos contribuem efetivamente. A nível de soluções – Os líderes estimulam as pessoas a refletirem e a encontrarem as melhores soluções.

    O presente artigo tem como o objetivo de averiguar os comportamentos necessários de alguns líderes de alta performance na sociedade e que marcaram a linha do tempo com suas habilidades a fim de que possam servir de espelhos para novos indivíduos que almejam se tornar líderes de sucesso. Por esse motivo é de extrema importância o conhecimento das atitudes, comportamentos e habilidades dos líderes que serão destacados a seguir.

    2 DESENVOLVIMENTO

    Madre Teresa de Calcutá (1910 – 1997)

    Madre Teresa de Calcutá ou Beata Teresa de Calcutá, fundou a congregação “Missionárias da Caridade”. Aos 13 anos, ouviu um jesuíta que era missionário na Índia dizer: “Cada qual em sua vida deve seguir seu próprio caminho”. Tais palavras a impressionaram e se determinou a dar um sentido à sua vida, a entregar-se a serviço dos outros: fazer-se missionária. Fez a profissão religiosa, e emitiu os votos temporários de pobreza, castidade e obediência tomando o nome de “Teresa”. Com a partida do colégio, tirou um curso rápido de enfermagem, que veio a tornar-se um pilar fundamental da sua tarefa no mundo. Em 1946, decidiu reformular a sua trajetória de vida. Dois anos depois, e após muita insistência, o Papa Pio XII permitiu que abandonasse as suas funções enquanto monja, para iniciar uma nova congregação de caridade, cujo objetivo era ensinar as crianças pobres a ler. Desta forma, nasceu a sua Ordem – As Missionárias da Caridade. Começou a sua atividade reunindo algumas crianças, a quem começou a ensinar o alfabeto e as regras de higiene. A sua tarefa diária centrava-se na angariação de donativos e na difusão da palavra de alento e de confiança em Deus. Empenhou-se em auxiliar os dentes com lepra. Um dos pensamentos da Madre Teresa de Calcutá é: “Não usemos bombas nem armas para conquistar o mundo. Usemos o amor e a compaixão. A paz começa com um sorriso”. (Kalil, 217)

    Martin Luther King (1929 – 1968)

    O próximo líder a ser destrinchado no presente trabalho é o Martin Luther King, um líder que se tornou pastor da igreja batista de Montgomery, Alabama. Liderou uma série de protestos em diversas idades norte-americanas. Além disso, organizou manifestações para protestar contra a segregação racial em hotéis, restaurantes e outros lugares públicos. Organizou manifestações para protestar contra a segregação racial em hotéis, restaurantes e outros lugares públicos. Durante uma manifestação.

    King foi preso, tendo sido acusado de causar desordem pública.

    Em 1966, King toma a decisão que terá graves consequências para os três anos finais de sua vida: ele resolve deslocar sua ação no movimento dos direitos civis para as cidades do norte dos Estados Unidos. Isto lhe custou problemas praticamente insuperáveis, tanto com os brancos liberais que o apoiavam, enquanto sua luta estava se dando na região sul do país, como com os setores negros que crescentemente se exasperavam com o pouco progresso de sua situação sócio – econômica num contexto de certo não-segregacionismo, mas, ainda sim, profundamente racista. (Mattos, 2006, p 76).

    Uma das dimensões mais daninhas à figura histórica de King é sua apresentação como o líder solitário na luta pelos direitos civis. E a mídia tem sido em grande parte responsável por essa distorção histórica. Tal mito se afasta da realidade histórica da qual emergiu a maiúscula figura de King, colocando-se demasiada ênfase em suas extraordinárias qualidades como líder e não considerando devidamente os fatores conjunturais que possibilitaram e contribuíram para sua aparição e atuação em momento tão singular da luta contra o racismo nos Estados Unidos. (Mattos, 2006, p 77).

    Steve Jobs (1955-2011)

    Steve Jobs teve uma condição referencial evidenciada como líder na década de 80, época em que a Apple iniciava sua trajetória ao construir o primeiro computador pessoal da história. A partir de agora, mostramos esse primeiro aspecto da liderança carismática de Steve Jobs: o momento excitante de um grande feito que atesta as capacidades excepcionais do líder. (Cavalcanti 2017, p. 70 -71)

    Um dos líderes mais comentados da história recente é Steve Jobs. Seu destaque nesse papel vem da sua capacidade de guiar profissionais da área de tecnologia e gestão mesmo sem ter concluído seus estudos na universidade. Ele explicava sua capacidade com uma metáfora segundo a qual ele não era um grande músico, mas entendia bem o suficiente da sinfonia para reger a orquestra. O resultado disso está em nossas mãos: computadores, smartphones, tablets e toda uma onda de inovações tecnológicas que dominam nosso dia a dia. (Cavalcanti 2017, p. 64)

    No final da década de 90, o Imac foi o computador pessoal mais vendido nos Estados Unidos. A facilidade de instalação e usabilidade atraíram diversas pessoas que nunca haviam tido contato com tecnologia semelhante. O design é outro destaque que fazia com que o produto fosse diferente e bonito de uma maneira que nenhum outro na sua época havia sido. Esse produto foi fruto do aprimoramento da obsessão inicial de Jobs: fazer com que um computador com diversas funcionalidades computacionais e com visual atraente chegasse na casa de pessoas comuns e não só nos escritórios de grandes organizações (Cavalcanti 2017, p 71). Além de gerar uma certa comodidade na vida de todas as pessoas, Steve pôde contribuir, também, com a facilidade no trabalho em

    casa de home office, lazer, trabalhos acadêmicos, e para encontros familiares ou amigos a distância através de sua grandiosa ideia.

    A liderança de Steve Jobs foi reconhecida através de seu carisma em conquistar pessoas para levar a frente as suas ideias surpreendentes. A ideia da liderança carismática foi desenvolvida por Weber (1994). Ele trata do líder carismático como aquele que exerce dominação por algo que dele emana em vez de seu cargo ou de um histórico que o favoreça. Weber descreve o líder carismático como alguém com poderes ditos como sobrenaturais. Na verdade, ele aparece dentro da trama de poder como alguém fora do comum, ao ponto de ser considerado alguém com capacidades divinas.

    Bill Gates (1955- Atual)

    Bill Gates é um empresário norte-americano, um dos fundadores da Microsoft, uma gigante desenvolvedora de softwares.

    Em 2000, Bil Gates criou a “Bill & Melinda Gates Foundation”, voltada para o financiamento de pesquisas sobre a AIDS. Em 27 de junho de 2008, Gates deixa a direção da Microsoft para se dedicar a projetos filantrópicos de sua fundação, embora ainda mantenha alguma participação nas decisões finais da Microsoft (Frazão, 2020).

    Bill Gates começou a trabalhar com programas de jogos eletrônicos, os “fliperamas”. Com 17 anos de idade desenvolveu junto com Paul Allen um software para leitura de fitas magnéticas. Criou, em parceria com o sócio, a empresa Traf-o-Data, mas não demonstrou credibilidade aos clientes por conta da idade dos integrantes (Frazão, 2020).

    Bill Gates é considerado um dos homens mais ricos do mundo. Ganhou títulos honoríficos, como o da Ordem do Império Britânico e recebeu o status de Honoris Causa da Universidade de Cambridge e Harvard (Frazão, 2020).

    No final dos anos 1980, Bill Gates, fundador da Microsoft, pressente que o mercado de imagens será um dos setores portadores da nova economia digital. O exemplo de Bill Gates pode ser comparado à visão futurista que Paul Valéry exprimia desde 1928: “como a água, como o gás, como a corrente elétrica vêm de longe dentro de nossas casas para atender a nossas necessidades basicamente com esforço quase nulo, assim seremos alimentados de imagens visuais ou auditivas, nascendo e se esvanecendo ao menor gesto” (Gunthert 2012, p. 37).

    Maria da Penha (1945 – Atual)

    O sistema em questão foi implementado de modo a instituir uma rede de mecanismos que permitissem a aplicação da Lei 11.340/06 (Lei Maria da Penha), através da atuação conjunta da Polícia Civil, Brigada Militar e Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. A elaboração da Lei Maria da Penha esteve inserida em um contexto de utilização de mecanismos do sistema de justiça penal para a promoção e defesa de direitos de grupos sociais vulneráveis. A tentativa de efetivar direitos e proporcionar proteção às mulheres em situação de violências (Vasconcellos, 2015. p. 17)

    Antes da Lei Maria da Penha ser aprovada, os crimes de violência doméstica contra a mulher eram tratados pela Lei 9.099/95, que definia como delito de menor potencial ofensivo os crimes previstos no Código Penal cuja pena máxima não excedesse dois anos de reclusão. Nessa categoria estavam também tipos penais comumente praticados contra as mulheres, como lesão corporal leve e ameaça, considerados como delitos de menor importância. A lei previa que eles fossem tratados por mecanismos judiciais mais simplificados, como a conciliação, destinando o encarceramento aos crimes considerados graves. Como consequência, a maioria dos casos de violência doméstica (cerca de 90%) terminava em arquivamento nas audiências de onciliação em nome da harmonia familiar, sem que as mulheres encontrassem uma resposta efetiva do poder público sobre a questão (Carone, 2018, p. 187,188).

    3 CONCLUSÃO

    Ao estudar e analisar com profunda admiração os sete grandes líderes que fizeram a diferença na vida das pessoas e marcaram muito na história, percebeu-se que os grandes líderes transformam suas próprias vidas e a vida de seus descendentes, por querer fazer justiça mundial – por igualdade social e racial (Nelson Mandela). O desejo de ter a paz entre as pessoas, a bondade, o amor, carisma e a bondade (Madre Teresa e Steve Jobs). A extrema preocupação de priorizar a boa convivência entre as pessoas de ambos os sexos (Maria da Penha), além de aprimorar a facilidade na comunicação com todos (Bill Gates) ao redor do mundo.

    Os grandes líderes compreendem o mercado, as condições geopolíticas, a confiança do consumidor, as reclamações dos empregados e o desenvolvimento do setor onde atuam. Grandes líderes transformam suas grandes ideias em sabedoria e em uma execução primorosa. A liderança se manifesta diferentemente em cada um de nós, já que a cultura, a idade e o sexo influenciam o nosso estilo. O que aprendemos dos grandes líderes? Que precisamos desenvolver as habilidades de cada um deles para realizar algo grandioso na vida de todos que nos cercam, seja no mundo atual ou no futuro de nossos descendentes.

    Aprimorar o desenvolvimento pessoal e evoluir como pessoa. Aprendemos sobre a bondade e a amorosidade da Madre Tereza; a mente brilhante e criativa do Bill Gates, Marie Curie e o Steve Jobs; a determinação, força e ousadia da Maria da Penha; a perspicácia, equidade e sabedoria do Nelson Mandela e Martin. Um bom líder possui dentro de si a força necessária para ser a diferença no mundo, de fazer a diferença na própria vida, de ser a diferença, e aprimorar a vida de todos os seres existentes na terra em todas as eras – deixando assim seu legado como exemplo para futuras gerações.

     

     

     

     

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui